• Bahia estado voluntário
  • .
  • .

Notícias

08/01/2020 09:40

Sistema de informações ambientais da Bahia é referência para outros estados

Representantes do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IEMA) do Espírito Santo estiveram na Bahia para conhecer o Sistema Estadual de Informações Ambientais e de Recursos Hídricos (SEIA). O encontro, que ocorreu no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, contou com a presença do secretário estadual do Meio Ambiente (Sema), João Carlos Oliveira, do presidente do IEMA, Alaimar Ribeiro Rodrigues Fiuza, e suas respectivas equipes técnicas.

Durante a apresentação, alguns pontos importantes para implementação do sistema no Espírito Santo foram ressaltados, como o beneficiamento no atendimento ao cidadão, que além de facilitar a comunicação com a instituição, reduz a burocracia administrativa, e acompanha a formação de um único processo para regulação ambiental. Segundo João Carlos Oliveira, a reunião serviu de reflexão sobre os avanços conquistados pelo SEIA e a possibilidade de continuar inovando e contribuindo com a gestão ambiental da Bahia e de todos os estados brasileiros.

Além disso, foi mostrado o fluxo do sistema, o detalhamento dos cadastros básicos e os modos de enquadramento do requerimento pela central de atendimento do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), mostrando a formação do processo administrativo, a tramitação e emissão do parecer técnico até a liberação da licença ambiental. As ferramentas do sistema também aumentaram a percepção do controle social ao integrar informações ambientais de várias plataformas e qualificar as avaliações técnicas por meio de equipes multidisciplinares. 

Para o gestor do órgão ambiental do Espírito Santo, o encontro proporcionou um enriquecimento importante para sua equipe técnica. "Entender a gestão do fluxo de informações e do cruzamento de dados que o SEIA possibilita, demonstra a abrangência desse sistema, permitindo uma percepção maior do controle social ao integrar informações ambientais de várias plataformas com as equipes multidisciplinares", destacou Fiuza. 
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.