• Cefir nos municípios
  • .
  • .
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

05/07/2019 11:40

Sema e Inema participam do VI Encontro de Implantação do CAR

Durante toda semana (1º a 5 de julho), representantes da Bahia e demais estados brasileiros trabalharam na construção coletiva das atividades necessárias para o fortalecimento do Cadastro Ambiental Rural (CAR) no VI Encontro de Implantação do Cadastro Ambiental Rural, promovido pelo Serviço Florestal Brasileiro, em Brasília (DF). O destaque do encontro ficou por conta do lançamento da ferramenta de Análise Dinamizada dos Cadastros Ambientais Rurais, que dará celeridade e viabilizará a operação da análise dos cadastros, possibilitando acesso aos proprietários e possuidores rurais, mais rapidamente, ao Programa de Regularização Ambiental (PRA).

Atualmente, o técnico responsável pela análise do CAR leva um dia para analisar um cadastro. Com a nova ferramenta, a expectativa é que o procedimento seja feito em apenas três segundos. Reunindo insumos cartográficos, de solo e informações hídricas mais completas, o programa fará uma análise rápida e eficiente de cada cadastro, e o proprietário ou possuidor rural poderá aceitar a análise “com um clique”.

Para o assessor técnico do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e coordenador do CAR na Bahia, Aldo Carvalho, o grande desafio para os estados que possuem sistemas próprios, como a Bahia, será adequar esta ferramenta para integração ao Sistema de Cadastro Ambiental Rural (SICAR). “A análise dos cadastros é um desafio de grande envergadura para o estado, pois há uma expectativa de chegarmos a um milhão de imóveis lançados no sistema. Se levarmos em conta a capacidade operacional atual, levaríamos de 32 a 34 anos para executar todas as análises, sem considerar eventuais recorrências de erros em um mesmo imóvel. Agora, o desafio para quem tem sistema próprio, é adequar, criar ou customizar essa ferramenta e dotá-la de capacidade de integração com o SICAR”, analisou.

A assessora técnica da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Ludmila Araújo, ressaltou também as discussões sobre estratégias de desenvolvimento das políticas públicas ambientais advindas dos desdobramentos do CAR, a exemplo do Programa de Regularização Ambiental. “Os debates seguem até hoje, e ocorrem de forma simultânea. Os temas vão desde financiamentos, sobreposições de áreas cadastradas, CAR para Povos e Comunidades Tradicionais, potencial e demanda de cada estado, sistemas, até demais questões relacionadas à análise dos cadastros. O Sistema Florestal Brasileiro tem feito um grande esforço para nivelar procedimentos e o sucesso é notável, visto que o Brasil é imenso e com diferentes realidades em cada estado”, afirmou.

Também participam do encontro, os assessores técnicos da Sema, Pablo Rebelo e Felipe Humberto, e do Inema, Anapaula Dias.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.