• .

Notícias

24/03/2021 19:00

Uso da água é tema da live comemorativa ao "Dia Mundial da Água"

A Secretaria da Educação do Estado (SEC), em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado (SEMA), realizou, nesta quarta-feira (24), uma live comemorativa ao Dia Mundial da Água (22 de março). A partir do tema “Reflexões sobre o uso da água como bem comum”, questões como uso racional do recurso hídrico, acesso à água de qualidade e mudanças climáticas foram focadas ao longo do debate e das palestras transmitidas pelo canal da Educação no Youtube. 

O subsecretário da SEC, Danilo Souza, falou sobre a importância do debate sobre o tema da água nas áreas da Educação e da Saúde, dentro de uma mobilização de toda a rede sobre o uso racional do recurso. “Quando falamos de refletir sobre o uso da água enquanto bem comum, estamos falando de saúde, de meio ambiente, de Ciência. Este é também um tema da Educação. Precisamos discutir no currículo da Educação Básica este tema, que é multidisciplinar e que faz parte de uma perspectiva para uma nova economia, uma nova civilização, um novo projeto que todos nós temos o dever de legar para as futuras gerações”.

A reflexão sobre a importância da Educação Ambiental na preservação dos recursos hídricos, considerando a sua correlação com os aspectos socioambientais, foi foco da fala do secretário estadual de Meio Ambiente, João Carlos de Oliveira. “Estamos vivendo um momento de pandemia muito forte, que nos traz reflexões importantes, no contexto da sustentabilidade do meio ambiente. Precisamos repensar a nossa caminhada de vida e a nossa convivência com a natureza; precisamos refletir sobre a relação com o mundo do trabalho e no seio familiar. Portanto, é um momento de reflexão também sobre o pós-pandemia”.

PALESTRA - Durante a live, a assessora técnica da Sema, Larissa Cayres abordou com os estudantes e professores sobre a importância da participação social na gestão do uso da água. E para isso, ela fez uma abordagem histórica destacando como a revolução industrial contribui na pressão do consumo de recursos naturais. “A partir dessa relação, onde a sociedade passa a consumir e produzir numa velocidade muito grande, se tem a dificuldade de garantir uma qualidade ambiental. Falta consciência da sociedade em relação os impactos que esse modo de vida atual gera no meio ambiente”, explica.

Para a palestrante, a participação da sociedade e importância da educação são fatores fundamentais para uma mudança de consciência ambiental e desenvolvimento sustentável. “Precisamos de cidadãos informados e participativos nos processos de construção de políticas públicas, visto que as principais leis e políticas que tratam de gestão ambiental trazer a participação social como base dessas políticas”, destacou. Confira a palestra na integra: (https://bit.ly/31hSg2l).

A estudante Débora Feitosa, 17 anos, 2º/3º ano do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, no município de Irecê, que representou a Bahia na última edição da Conferência Infantojuvenil do Meio Ambiente, falou sobre seu engajamento com o tema do meio ambiente. “Em 2018, desenvolvi um projeto com o objetivo de economizar e reutilizar a água da nossa escola. Conseguimos economizar cerca de 18 mil litros de água e foi por conta desse projeto que fui selecionada para a conferência, cujo tema foi ‘As escolas cuidando das águas na Bahia’. A partir desse evento, comecei a entender mais sobre as questões socioambientais”, relatou.

Participaram, ainda, o coordenador de Educação Ambiental da SEC, Fábio Fernandes Barbosa, que mediou a live, o superintendente de Políticas e Planejamento Ambiental da SEMA, Claudemir Nonato; e o diretor-geral da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia, Walter Oliveira, além do ambientalista e pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estudos Inter e Transdisciplinares em Ecologia e Evolução (INCT IN-TREE) e coordenador do Fórum Clima Salvador, Virgílio Machado; e da advogada, pós-graduada em Gerenciamento de Recursos Hídricos pela Universidade Federal da Bahia, Larissa Cayres, que palestraram sobre o tema.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.