• Cefir nos municípios
  • .
  • .

Notícias

06/11/2020 12:40

Sema e Inema participam da elaboração do Plano de Manejo da Ponta da Baleia/Abrolhos

Entre os dias 27 e 31 de outubro foi realizada a primeira Visita Técnica de Reconhecimento da APA Ponta da Baleia/Abrolhos para elaboração do Plano de Manejo desta Unidade de Conservação que abrange os municípios de Alcobaça, Prado, Nova Viçosa e Caravelas.

A Bahia foi contemplada com recursos do GEF Mar para serem aplicados nessa Unidade de Conservação (UC). O Projeto Áreas Marinhas e Costeiras Protegidas (GEF Mar) é um projeto do Governo Federal, criado e implementado em parceria com instituições privadas e da sociedade civil, para promover a conservação da biodiversidade marinha e costeira. O Governo Federal implementa o Projeto GEF Mar por meio de uma parceria técnico-financeira com o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), sendo financiado com recursos do Global EnvironmentFacility (GEF) – por meio do Banco Mundial.

Para a elaboração desse o Plano de Manejo o FUNBIO selecionou e contratou a DETZEL Consultores Associados SS EPP, sob a supervisão técnica da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). A previsão é que o Plano de Manejo esteja concluído até o fim de 2021.

A ação contou com a participação da diretora da Política de Biodiversidade (DPBIO), Poliana Gonçalves e o especialista em Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Araújo, ambos da Sema. Representando o Inema, participaram a coordenadora da Unidade Regional de Eunápolis, Patrícia Reis, o especialista em Meio Ambiente e Recursos Hídricos e servidor responsável por acompanhar a gestão da UC, Benevaldo Nunes, e o coordenador técnico da Diretoria de Sustentabilidade e Conservação (DISUC), Mateus Camilo, além da equipe da consultoria.

A Visita Técnica de Reconhecimento (VTR) é a primeira fase de inserção dos responsáveis pela elaboração do Plano de Manejo na Unidade de Conservação e a principal atividade é realizar observações técnicas e georreferenciais do território e o contexto socioambiental. Na ocasião foram feitos alguns contatos com atores sociais das localidades visitadas e com representantes da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.