• Cefir nos municípios

Notícias

25/09/2020 20:50

Nordeste avança em políticas conjuntas para a economia azul

Após três dias de discussões e apresentações de projetos elaborados conjuntamente pelos estados nordestinos para captação de recursos junto a financiadores com o apoio do Consórcio Nordeste, o grupo de trabalho da Rede Nordeste de Meio Ambiente confirmou nova data para avançarem na elaboração das políticas públicas relativas à economia azul. A reunião aconteceu durante o I Encontro da Rede Nordeste de Meio Ambiente. O próximo encontro do GT já está marcado para acontecer no dia 9 de outubro, ainda de maneira virtual. 

Os projetos apresentados no Encontro foram adequados para se constituírem em quatro blocos de projetos prioritários, que tem como base o equilíbrio entre o investimento responsável em um oceano sustentável, aproveitando totalmente os recursos naturais, sem prejuízo dos ecossistemas. São eles: Planejamento Espacial Marinho do Nordeste; Projeto Socioambiental Rede Nordeste para Economia Azul; Corredores Ecológicos do Nordeste e Gerenciamento de Riscos Ambientais em Escala Regional.

Para o representante do comitê executivo do Consórcio Nordeste, Sérgio Caetano, os projetos foram avaliados positivamente em sua visão conceitual, mas destacou que o grupo de trabalho ainda vai ter desafios para que seja consolidado. Argumento também corroborado pela superintendente de Inovação e Desenvolvimento Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente da Bahia, Clarissa Amaral. “Sabemos dos desafios, por isso o GT vai se reunir de maneira permanente para desenvolver ainda mais os projetos, vendo indicadores que possam aferir os resultados, para que possam vir a ser um instrumento coeso de captação de recurso”, finaliza.

No último dia do Encontro, evento paralelo ao II Fórum de Meio Ambiente e Economia Azul, pesquisadores, representantes do setor produtivo, estudantes e interessados ao tema, puderam ainda conferir as palestras sobre “Sistemas de integração e monitoramento ambiental em escala regional”, ministrado pelo pesquisador do Laboratório de Métodos Computacionais em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fábio Hochleitne;  e “Como gerar energia marinha no Nordeste brasileiro”, ministrado pelos gerentes institucional e comercial da Embaixada do Reino Unido, Clarissa Vargas e Renato Cordeiro.

Para conhecer todos os projetos apresentados pelos estados nordestinos, o conteúdo está disponível na íntegra pelo YouTube: https://bit.ly/35ZtQOV
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.