• Cefir nos municípios

Notícias

24/09/2020 15:20

Pesquisadores do Brasil e da África debatem a conservação dos manguezais

Fomentando o debate sobre a proteção do meio ambiente costeiro, pesquisadores do Brasil e da África discutiram o fortalecimento da rede de proteção para o ecossistema dos mangues e do seu uso sustentável. A sessão plenária virtual foi realizada nesta quinta-feira (24), segundo dia do Fórum Internacional de Meio Ambiente e Economia Azul. 

A moderação ficou por conta de Antônio Fernando Queiroz, vice-coordenador do programa de pós-graduação em Geoquímica, Petróleo e Meio Ambiente, que debateu com o time de palestrantes composto por Marília Cunha, líder do Grupo de Pesquisa do CNPQ Monitoramento Integrado de Manguezais; Pedro Walfir, coordenador do Comitê de Oceanografia do CNPQ; Clemente Coelho Junior, professor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco; Foster Mensah que compõe a equipe do Programa SIRVIR da USAID / NASA; e Milton Kampel pesquisador do INPE, na coordenação-geral de Observação da Terra (OBT).

Em sua fala, Marília Cunha apresentou o plano de desenvolvimento social e econômico, destacando três objetivos importantes para o manejo sustentável dos manguezais, entre eles os ODS 3, 6 e 13, que abrange a proteção ambiental, desde a reversão do desmatamento, protegendo os manguezais e seu uso sustentável, até a adoção de medidas eficazes de combate às mudanças climáticas. A especialista enfatizou a importância dos manguezais no sequestro de carbono para a mitigação das mudanças climáticas. O professor Clemente Coelho também destacou o cuidado com os manguezais, por ser um viveiro muito importante para a vida marinha, com raízes aéreas que retêm nutrientes e filtram a água do mar, melhorando o seu estado. 

O mestre de sensoriamento remoto Milton Kampel mostrou os mapeamentos dos estuários das zonas costeiras evidenciando maiores densidades nas regiões populacionais e falou também sobre o lançamento do primeiro satélite brasileiro, o Amazônia 1, para monitorar o desmatamento. Ao fim da palestra, Foster Mensah explanou a luta para o mapeamento da vulnerabilidade costeira e dos manguezais de Nova Guiné a Gana, cada vez mais afetados negativamente pelas mudanças climáticas.

Todo o conteúdo do Fórum ficará disponível na íntegra pela página: youtube.com.br/aircentre.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.