• Orientações Covid 19
  • .
  • .

Notícias

05/06/2020 17:00

Sema promove debates online em comemoração à Semana do meio Ambiente

Em comemoração à Semana do Meio Ambiente, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) está realizando uma série de lives em suas redes sociais com convidados e conteúdos especiais para discutir estratégias de promoção de um desenvolvimento ambientalmente sustentável. Nesta quinta-feira (04), o secretário da pasta, João Carlos Oliveira, conversou com a secretária de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis sobre políticas públicas ambientais para povos e comunidades tradicionais. 

“A Sema vem desenvolvendo ações que buscam reconhecer e fortalecer a garantia dos direitos culturais, sociais e ambientais das populações tradicionais, sempre respeitando e valorizando sua identidade e suas formas de organização tradicional, modos de vida e formas de produção. E nesse momento crítico de pandemia que a humanidade está vivendo, as comunidades mais fragilizadas são exatamente as comunidades tradicionais, os povos indígenas, ciganos, de terreiro, comunidades quilombolas, geraizeiros, marisqueiras, comunidades de fundos e fechos de pasto, pescadores artesanais e extrativistas. Dessa forma buscamos estreitar ainda mais as relações com as secretarias que atendem a essas populações, fortalecendo nossas políticas públicas para esses povos”, afirmou o secretário João Carlos. 

A secretária Fabya Reis enfatizou a forte relação das populações tradicionais com o meio ambiente, principalmente na preservação dos recursos naturais, que são determinantes na manutenção de seu patrimônio material e imaterial, utilizando práticas, inovações e conhecimentos gerados e transmitidos pela tradição. “A política de igualdade racial dos povos tradicionais precisa de fato ter essa grande articulação com todas as secretarias para que a gente possa ter robustez nas ações, e assim uma política efetiva de promoção da igualdade racial”, afirmou. 

Entre as políticas realizadas pela Sema, em articulação com a Sepromi, está a formalização do Acordo de Cooperação Técnica (ACT), com atuação também do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), para ampliação dos cadastros ambientais rurais de populações tradicionais no Estado, com investimento de aproximadamente R$ 1,5 milhão. Outra ação destacada pelo secretário João Carlos foi o CAR Quilombola que irá atender cerca de 670 famílias de populações tradicionais Quilombolas no Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (Cefir). 

“A chamada pública contemplará a participação de entidades formadas por segmentos tradicionais quilombolas, atendendo a uma demanda da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do estado da Bahia (Conaq/Cenaq)”, afirmou. Para conferir a live na íntegra e conhecer a programação com as próximas transmissões, basta acessar o instagram da Sema @semabahia.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.