• Orientações Covid 19
  • .
  • .

Notícias

02/06/2020 11:20

Educação ambiental é tema de lives durante a Semana do Meio Ambiente

A Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental (CIEA-Bahia) iniciou nesta segunda-feira (1) um ciclo de debates com convidados do cenário local, nacional e internacional para compartilhar reflexões sobre o papel da educação ambiental em tempos de pandemia. Com exibição simultânea pelo YouTube e Facebook da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), as transmissões vêm para marcar duas datas importantes no cenário ambiental, o Dia Nacional da Educação Ambiental (03) e o Dia Mundial do Meio Ambiente (06). 

Na primeira live [assista a integra], o tema abordado foi a Educação Ambiental na Bahia: trajetória, história e papel do CIEA. As convidadas para o bate-papo foram a especialista em Educação Ambiental do Inema, Maria Cristina Vieira; a diretora do Instituto Bonfiniense de Meio Ambiente, Bernadeth Rocha; e a diretora do Grupo Ambiental da Bahia, Lilite Cintra. “A educação ambiental sempre teve o objetivo de apontar processos futuros que sociedade poderia vivenciar. E o que estamos vivenciando atualmente no Brasil a EA já informava”, disse Cintra.

O Encontro virtual da Ciea também contou com a participação do diretor de Educação Ambiental da Sema, José Carlos dos Santos; e do coordenador de Educação Ambiental e Saúde do Estado, Fábio Barbosa. Durante o debate foi destacado entre os participantes que uma das primeiras missões da CIEA, quando da sua criação, foi elaborar a Política Estadual de Educação, processo que foi de 2007 até 2010, com a lei sendo publicada em 2011. 

Já em sua trajetória recente, a Comissão também participou do processo de consulta e elaboração da Política e do Programa Estadual de Educação Ambiental que foi regulamentada no ano passado. “Com a orientação da política nacional de EA, o papel da secretaria foi muito importante em articular todas as forças da sociedade civil para que essa pauta fosse implementada”, relembrou Bernadeth Rocha. 

Para Cristina Vieira, hoje o estado da Bahia, através da Ciea, Sema e todos os órgãos envolvidos, tem como grande desafio estimular a importância da educação ambiental nos municípios. “Temos que operacionar como vamos agir nas cidades, o que pode melhorar em relação às leis, programas e projetos para que possamos realizar o processo de interiorização da educação ambiental nos territórios de identidades baianos”, explicou.

Meio Ambiente In Live - A Semana do Meio Ambiente In Live também abordará outras temáticas relacionadas à Educação Ambiental em sua programação. Confira: 

A Origem da pandemia: a responsabilidade do comportamento humano
Quando: terça-feira (2), a partir das 16h
Convidados: Renato Almeida, Dr. em Oceanografia Biológica e Gesil  Amarante, Dr. em Física e membro da Comvida 43. Mediador: Breno Pessoa, biólogo e facilitador da Rede de Educação Ambiental da Bahia.

Perspectivas socioambientais para educação escolar para além dos tempos de pandemia - compreensão, formação e currículo
Quando: quarta-feira (3), a partir das 16h
Convidados: Fábio Vieira e Rosiléia Almeida, representando a UFBA e Dália Conrado, da Universidade Federal da Grande Dourados UFGD-MG. Mediador: Fábio Barbosa, coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Bahia.

Avaliação e Monitoramento de Políticas Públicas de Educação Ambiental: Plataforma Monitora EA
Quando: quinta-feira (4), a partir das 16h
Convidadas: Semíramis Biasoli, Dra. em Ciências e Políticas Públicas em EA, e Maria Henriqueta Raymundo, do Laboratório de Política e Educação Ambiental da USP. Mediadora: Zanna Matos, Dra. em Ambiente Natural e Humanos nas Ciências Sociais.

Meio Ambiente, vida e coexistência
Quando: sexta-feira (5), a partir das 16h
Convidadas: Moema Viezzer, socióloga e militante feminista, e Rachel Trajber, Dra. em antropologia e gestora do Centro Nacional de Monitoramentos e Alertas de Desastres Naturais. Mediador: José Carlos dos Santos, diretor de Educação Ambiental da Sema.

CIEA 

É um espaço público colegiado, instituído pelo poder público estadual, destinado a constituir-se em uma instância de coordenação das atividades de Educação Ambiental no Estado. A Comissão é composta por 34 representantes da sociedade civil, poder público municipal, estadual e federal, redes de educação ambiental, movimentos sociais, povos e comunidades tradicionais instituições de ensino que atuem na área de EA.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.