• Orientações Covid 19
  • .

Notícias

27/02/2020 14:50

Catadores recolheram 95 toneladas de material reciclável no Carnaval

O Carnaval de Salvador gerou renda para 1.250 catadores e catadoras de resíduos sólidos que contaram com o apoio da ação “EcoFolia Solidária - O Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente”, desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio das secretarias do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e do Meio Ambiente (Sema). 

Durante os seis dias de folia, os trabalhadores recolheram 95 toneladas de alumínio, pet e plástico. O material foi comercializado nas sete centrais do projeto instaladas na Avenida Sete, Barra, em dois locais de Ondina, Politeama, Gamboa de Cima e Nordeste de Amaralina.

“O resultado superou as expectativas iniciais das cooperativas, demonstrando a importância do investimento de R$ 809 mil da gestão estadual na promoção de condições dignas de trabalho, no estímulo à economia solidária e na redução dos impactos ambientais da festa”, destaca o titular da Setre, Davidson Magalhães.

“São milhões de pessoas nas ruas e isso tem um grande impacto ambiental, principalmente com os materiais deixados nas praias e que vão para o fundo do mar. Além de promovermos esse trabalho social tão importante com os catadores, queremos conscientizar os foliões quanto ao correto descarte dos resíduos, evitando assim os efeitos danosos no lixo marinho”, ressalta o secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira. 

Além de possibilitar a venda dos resíduos coletados sem a necessidade de atravessadores, o EcoFolia Solidária forneceu fardamento, equipamentos de proteção individual, três refeições diárias e água aos catadores. 
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.