• Orientações Covid 19
  • .
  • .

Notícias

16/12/2019 16:00

Projeto Tamar atinge a marca de 40 milhões de tartarugas soltas no mar

Este ano, o o Programa Brasileiro de Conservação das Tartarugas Marinhas (Projeto Tamar) atingiu o marco histórico de soltura de 40 milhões de tartarugas marinhas, entre filhotes e adultos. Para celebrar o feito, o Tamar promoveu, na última sexta-feira (13), a soltura de cem filhotes de tartarugas da espécie cabeçuda, nascidos em Praia do Forte, na Bahia. Fundado em 1980, o Tamar surgiu com o objetivo de proteger as tartarugas marinhas ameaçadas de extinção no litoral brasileiro.

A instituição desenvolve ações de conservação e pesquisa aplicadas, educação ambiental e desenvolvimento local sustentável, atuando também como um Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

“O projeto Tamar é uma marca ambiental para o Estado pelo acúmulo de conhecimento e competência na conservação e pesquisa das tartarugas marinhas no Brasil. Além da preservação e proteção do ambiente costeiro e marinho, a instituição transmite uma importante mensagem de conservação do meio ambiente, que passa necessariamente por uma forte política de educação ambiental”, afirmou o secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, parabenizando a instituição pela soltura das tartarugas e pela excelente atuação no litoral baiano.

Os filhotes soltos em Praia do Forte tinham menos de um dia de vida e ficaram algumas horas no laboratório do Projeto Tamar, esperando o momento de ganhar a liberdade. Na água, os filhotes nadam por quase uma semana até chegar a alto-mar. A previsão é que daqui a 30 anos, já adultas, muitas irão voltar para desovar nas mesmas praias onde nasceram.
.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.