• Bahia estado voluntário
  • .
  • .

Notícias

29/11/2019 21:00

FENAGRO: estudantes aprendem fazer adubo orgânico em oficina de compostagem

Com o objetivo de incentivar às participações comunitárias em adotar a compostagem como uma tecnologia importante para a preservação e conservação de um ambiente sustentável, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) realizou nesta quinta-feira (29), uma oficina de compostagem com estudantes da rede pública do bairro de São Cristóvão. A ação faz parte da programação da Sema e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) na Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), que acontece no Parque de Exposição de Salvador.

Durante a oficina, o consultor de engenharia ambiental, Daniel Frediani, explicou a maneira de fazer a compostagem de resíduos orgânicos, além de proporcionar uma experiência prática com os estudantes, como a montagem de uma composteira doméstica, permitindo que eles observassem as etapas que compõem os processos de biodegradação da matéria orgânica. "A ideia que queremos passar às pessoas que participam das oficinas é que podemos transformar os resíduos orgânicos de nossas casas em composto orgânico (adubo), por meio da educação ambiental", explicou.

A motivação em participar da produção de uma composteira doméstica prendeu a atenção tantos dos estudantes como dos professores da Escola Barbosa Romeu. "Gostamos muito da oficina, porque o professor soube explicar muito bem um assunto que os estudantes só aprendem dentro de uma sala de aula. Viemos na expectativa de conhecer somente os animais na Fenagro, mas fomos surpreendidos com essa oficina que acrescentou muito no aprendizado dos estudantes. Agora eles podem ser os multiplicadores dessa ideia com seus familiares", comentou UIlza Santos.

A composteira caseira funciona basicamente por meio do método da compostagem com minhocas. O método, já utilizado há tempos pelos agricultores familiares, é indicado como uma solução para os resíduos urbanos, pois transforma o que seria lixo em um rico húmus e, além de reduzir o lixo que seria destinado a aterros e lixões, diminui ainda a emissão de gases do efeito estufa.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.