• Cefir nos municípios
  • .
  • .
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

02/11/2019 20:40

Secretário sobrevoa Chapada para avaliar incêndios florestais

Para verificar de perto a situação dos incêndios florestais na Chapada Diamantina, neste sábado (02), o secretário estadual do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira fez um sobrevoo sobre a Serra das Almas, entre os municípios de Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora e a região do Pico do Barbado, que fica em Abaíra. Após sobrevoar toda área atingida, o secretário se reuniu com as equipes de bombeiros, brigadistas e militares e das Prefeituras Municipais de Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora.

Após monitoramento aéreo e pelo solo, não foram verificados pontos quentes e fumaça na região do Pico do Barbado, onde o incêndio já foi controlado pelas equipes de bombeiros especialistas em incêndios florestais, brigadistas e militares do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer).

“A ação conjunta das equipes de combate, das prefeituras e do Governo foi imprescindível para o controle dos últimos incêndios florestais na Chapada. A chegada dos bombeiros e brigadistas aos focos de incêndio só foi possível por conta do helicóptero. São áreas íngremes e com muita dificuldade de acesso”, destacou o secretário João Carlos.

Já na Serra das Almas, o combate chega ao 4º dia com o trabalho de 23 bombeiros, 13 brigadistas e militares do Graer. As equipes contam com o suporte técnico, operacional e logístico do Programa Bahia Sem Fogo, que deslocou quatro aeronaves do tipo Air Tractor, com o lançamento direto de água sobre o fogo. O helicóptero do Graer continua atuando no deslocamento das tropas para áreas com topografias de difícil acesso.

O secretário também faz um alerta à população para maior incidência de incêndios em áreas florestais nos próximos meses. “Além das razões naturais, há também as ações humanas que, na Bahia, são as principais fontes de ignição de fogo. Um fogo iniciado descuidadamente, ao encontrar uma condição favorável, se espalha facilmente e torna-se de difícil controle. Vamos acionar a Secretaria de Segurança Pública para que através do serviço de inteligência possa apurar se esses incêndios são criminosos ou não”, ressalta.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.