• Cefir nos municípios
  • .
  • .
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

23/10/2019 18:00

Situação das manchas de óleo é debatida na Assembleia Legislativa

Para dialogar sobre a alarmante situação das manchas de óleo que há 53 dias atingem a costa nordestina, afetando 15 municípios baianos, o secretário estadual do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira participou de uma reunião na Assembleia Legislativa da Bahia, com o presidente da casa, Nelson Leal, deputados estaduais e representantes do Comando Unificado de Incidentes.  O objetivo desse encontro foi reforçar o posicionamento da Assembleia de estar inserida na resolução do problema. Na oportunidade, foram apresentadas as ações do Governo do Estado para mitigação dos impactos ambientais, sociais e econômicos. 

Participaram da reunião os deputados Rosemberg Pinto, Fábiola Mansur Eduardo Salles, Jurandy Oliveira, Marcelino Galo, Niltinho, Maria Del Carmen, Olívia Santana, Fátima Nunes, Zé Cocá e Dal. Além da diretora-geral do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Márcia Telles; do superintendente da Defesa Civil do Estado, Paulo Sérgio Luz; do diretor-presidente da Bahia Pesca, Marcelo Oliveira; do comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Francisco Telles; do superintendente de Política e Planejamento Ambiental da Sema, Claudemir Nonato; do coordenador da Defesa Civil do Estado; Victor Gantois; e do diretor de Recursos Hídricos e Monitoramento do Inema, Eduardo Topázio.

“O Governo da Bahia vem fazendo a sua parte, junto com os municípios atingidos. Entregamos até agora mil kits com equipamentos de proteção individual. Estamos com 85 bombeiros atendendo diariamente as praias mais afetadas. Equipes do Inema e da Defesa Civil estão monitorando todo o estado. Além das ações de limpeza e retirada do produto nas praias, as atenções do Governo estão voltadas para a proteção dos estuários e manguezais. Vamos continuar cobrando ações proativas. Precisamos saber quando vamos parar de limpar as praias?”, pontuou o secretário João Carlos.

“Precisamos, não somente do esforço que já vem sendo feito pelo Governo do Estado e pelas prefeituras municipais, mas da contrapartida do Governo Federal, com recursos e tecnologias. Devemos estar unidos no combate a esse grave problema, que já afeta milhares, mas que pode levar sérios prejuízos às vidas de milhões de pessoas”, disse o deputado Nelson Leal.

“Como presidente da Comissão de Serviços Públicos da Alba propus a reunião para discutir sobre a questão das manchas de óleo, que já é considerado o maior desastre ambiental dos últimos tempos. Em 20 dias, já foram retiradas 237 toneladas de óleo nas praias baianas. São 16 mil pescadores e marisqueiras prejudicados diretamente. O Poder Legislativo está debruçado sobre o assunto. O que nós cobramos é que o Governo Federal faça alguma coisa, urgente. São eles que possuem a estrutura e tecnologia necessárias para nos dar as respostas que precisamos. Queremos saber a origem, mas principalmente a quantidade de óleo que foi derramado. Além disso, precisamos que o governo instale as contenções. A situação é muito preocupante”, ressaltou a deputada Fabíola Mansur.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.