• Cefir nos municípios
  • .
  • .
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

19/10/2019 18:30

Comando Unificado delibera ações de limpeza do óleo para este fim de semana

O Comando Unificado de Incidentes se reuniu neste sábado (19), na sede do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), para deliberar ações estratégicas de mapeamento, monitoramente e limpeza das praias e estuários atingidos pelas manchas de óleo na Bahia. Com a chegada do óleo em Itaparica e Vera Cruz, nesta sexta-feira (18), chegam a 10 os municípios atingidos. São 155 toneladas de óleo já retiradas das praias, além do óleo que já chegou a manguezais e do óleo que está retido nas pedras.

O Secretário de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia, Lucas Costa, integrou a reunião do comando neste sábado, que contou ainda com a participação da diretora Geral do Inema, Márcia Telles, da Superintendente de Inovação e Desenvolvimento Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente, Clarissa Amaral, representando o secretário da pasta, João Carlos Oliveira; do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, Coronel Francisco Telles, além de representantes da Universidade Federal da Bahia, Defesa Civil do Estado, Ibama, Universidade Federal da Bahia, representantes dos municípios afetados, e técnicos da Sema e do Inema.

Na manhã deste sábado (19), a Defesa Civil do Estado completou a entrega dos equipamentos de proteção individual (EPI's) aos seis municípios que integram o decreto de situação de emergência publicado pelo Governo da Bahia no dia 14 de outubro, são eles Camaçari, Conde, Entre Rios, Esplanada, Jandaíra e Lauro de Freitas. Segundo o Coordenador adjunto da Defesa Civil do Estado, Vitor Gantois, também serão contemplados com os equipamentos os municípios de Itaparica e Vera Cruz. Os kits são formados por diversos tipos de luvas, pás, ancinhos, botas de PVC, roupas (calça e camisa), protetor solar, sacos plásticos e máscaras, que vão garantir o trabalho seguro e eficiente, protegendo as pessoas que vão realizar a limpeza do resíduo.

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Telles, informou que os bombeiros militares estão atuando com uma equipe diária composta por 85 homens, em Jandaíra, Conde, Subaúma, Sauípe e Praia do Forte, especialmente em áreas de mangues, onde a coleta do óleo cru é mais difícil. “Nossa equipe está atuando em três estuários, hoje colocamos mais 20 homens em Imabssahi, somando 40 bombeiros militares atuando na limpeza do manguezal. Também estamos percorrendo as praias com Pick Ups 4x4 e triciclos”, afirmou, acrescentando que voluntários da Concessionária Litoral Norte (CLN), e da empresa baiana de celulose Bracell, também integram às ações do Corpo de Bombeiros.

“O Governo do Estado, em todas as suas instâncias, está atuando muito forte para mitigação dos impactos causados pelas manchas de óleo. Acabei de retornar de Alagoas, e a gente percebe que entre os estados atingidos, a Bahia é o que tem conseguido melhor se organizar para dar um retorno a esta situação. A Bahia, por exemplo, é o único estado que conta com a atuação imprescindível e extremamente eficaz do Corpo de Bombeiros para limpeza das praias. O que nos preocupa é a ausência de informações do Governo Federal e uma atuação incisiva para contenção desse óleo”, avaliou o secretário de Agricultura, Lucas Costa.

Não há registro das manchas de óleo no Sul do Estado -

Técnicos do Inema realizaram sobrevoos para monitoramento das praias do Sul do Estado. Foi realizado monitoramento aéreo da Ponta dos Garcês, em Jaguaripe, passando pela Península de Maraú , Itacaré, Serra Grande, até as praias de Ilhéus, não sendo identificadas manchas de óleo nessas localidades. Além dos sobrevoos, equipes terrestres seguem vistoriando as áreas mais ao Sul do Estado. Segundo a diretora geral do INEMA, Márcia Telles, as ações de fiscalização e monitoramento irão continuar sendo feitas pelas equipes do instituto em todo litoral. “Não podemos deixar de realizar as ações de campo enquanto o nosso litoral não estiver livre das manchas de óleo”, afirmou a diretora.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.