• Cefir nos municípios
  • .
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

02/10/2019 13:50

Governo cumpre agenda ambiental em Santo Antônio de Jesus

Considerada a capital do Recôncavo Baiano, a cidade de Santo Antônio de Jesus, localizada a 187 quilômetros de Salvador, se destaca pela produção de amendoim, limão e laranja. Com o objetivo de regularizar ambientalmente as pequenas propriedades rurais, e fortalecer o agricultor familiar garantindo acesso ao crédito rural, o Governo do Estado entregou mais 100 Cadastros Ambientais Rurais (CAR) no município. Ao todo, já foram cadastradas em Santo Antônio de Jesus 2.875 propriedades rurais com até quatro módulos fiscais.

Durante o evento, o secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, anunciou o curso de capacitação para os técnicos ambientais do município para que eles estejam aptos a realizarem o Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR), como também complementarem as informações do CAR já realizado no município. “Dessa forma avançamos ainda mais no Estado, que já tem mais de 500 mil pequenas propriedades rurais cadastradas, um investimento de cerca de R$ 40 milhões”, afirmou João Carlos.

O município foi contemplado ainda com a doação de mil mudas de espécies arbóreas de pequeno, médio e grande porte, como a Quaresmeira, Acácia e Ipê. “Essas mudas trazem grandes benefícios ecológicos com a melhoria microclimática em áreas urbanas, elas garantem o sombreamento, amenizam o calor, aumentam a umidade e refrescam o ar da cidade, proporcionando espaços agradáveis para população”, disse a secretária do Meio Ambiente do Município, Maria de Fátima de Souza.

Unidade de Conservação Campo do Governo 

Ainda como parte da agenda no município de Santo Antônio de Jesus, o secretário João Carlos Oliveira, acompanhado do assessor técnico da Sema, Durval Libânio, participou de uma reunião aberta promovida pelo Ministério Público e Prefeitura Municipal, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), para apresentação da proposta de criação da Unidade de Conservação Campo do Governo. 

Com 41 hectares e perímetro de 5.300 metros, a área proposta para criação da UC Campo do Governo está inserida em área não utilizada da Estação Experimental Waldemar Guimarães Cova, único remanescente de Mata Atlântica significativo dentro da área urbana da cidade. “Por possuir várias nascentes e remanescentes da Mata Atlântica, esse espaço é naturalmente propício para preservação do bioma em nossa região”, avaliou a secretária Maria de Fátima.

O Promotor Público do Meio Ambiente, Julimar Barreto, explicou que a iniciativa para criação da UC campo do Governo é resultado de um esforço conjunto da sociedade de Santo Antônio de Jesus, que apresentou uma proposta realizada pelo Grupo Ambientalista Nascentes (Gana) em 2013, hoje atualizada com a inserção do esboço para criação de um Parque Municipal. “Este projeto propõe a transformação da área não utilizada do Campo do Governo em uma Unidade de Conservação, com a possibilidade de criação de um parque municipal, que permita o uso da área preservada para fins educativo, científico, de lazer e turismo”, explicou o promotor.

O secretário estadual do Meio Ambiente parabenizou todas as instituições presentes, a exemplo do Ifba, UFRB, Prefeitura, Polícia Ambiental, associações e Ministério Público, pela construção e defesa do projeto. “Vamos envidar esforços conjuntos, sociedade e governo, para viabilizar a Unidade de Conservação que irá preservar os últimos remanescentes de Mata Atlântica do município, com um espaço de lazer, esportes e cultura para a população local e regional”, afirmou João Carlos.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.