• Cefir nos municípios
  • Educação Ambiental para a Juventude do Campo
  • .

Notícias

05/12/2017 20:10

Sema participa do Encontro Nacional do Programa Água Doce na Paraíba

Começou na manhã de hoje (5), no Centro de Convenções de João Pessoa (PB), o VII Encontro Nacional do Programa Água Doce (PAD), evento organizado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), reúne gestores de órgãos federais, estaduais, municipais, coordenadores e técnicos do PAD em Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, além das empresas contratadas e de comunidades beneficiadas.

O encontro tem como objetivo fortalecer a integração das diversas instituições envolvidas na execução do Programa, capacitar técnicos dos Núcleos Gestores Estaduais e representantes dos municípios e comunidades para a gestão de sistemas de dessalinização, além da formação de multiplicadores na metodologia do Programa, garantindo assim a sustentabilidade dos sistemas.

Representando a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), o superintendente de Políticas e Planejamento Ambiental, Aderbal de Castro, falou sobre os resultados positivos que a agenda vai trazer para os diversos setores que atuam no âmbito do Água Doce. “Esse é um momento importante para avaliação, troca de experiência e formação continuada, onde toda equipe de técnicos, gestores públicos e comunidades passam por essas etapas de capacitações permanentes que vão contribuir para um trabalho ainda mais qualificado”, ressaltou Castro.

O superintendente ainda esclareceu que “o debate também vai trazer elementos importantes para embasar as ações de diagnóstico, procedimento para monitoramento, implementação e construção das unidades, manutenção, além de apontar indicadores para o futuro do programa na perspectiva da sustentabilidade”.

Debate

Durante o encontro, que acontece até quinta-feira (7), serão abordados temas relativos ao estabelecimento de políticas públicas de permanente acesso à água de qualidade para consumo humano, por meio do aproveitamento sustentável de águas subterrâneas, salobras ou salinas, incorporando cuidados técnicos, sociais e ambientais na implantação, recuperação e gestão de sistemas de dessalinização.

De acordo com o coordenador estadual do PAD, João Paulo Ribeiro, “ além de técnicos do Governo do Estado, a comitiva da Bahia está composta por 30 representantes das comunidades que são atores sociais que desempenham um papel fundamental para a auto gestão e para política pública permanente desses sistemas”.

Para o Júlio Souza, representante da comunidade de Facheiro, no município de Gavião, “a troca de experiência com diferentes comunidades dos outros estados vai fortalecer ainda mais as ações do PAD no semiárido”. Segundo o agricultor, “a água dessalinizada que é obtida por meio do programa é utilizada por toda população da comunidade de Facheiro, por isso, o Água Doce precisa ser fortalecido, e as experiências positivas precisam ser replicadas”.

O Programa

O Água Doce (PAD) é uma ação do Governo Federal, coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil, que visa estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para o consumo humano, incorporando cuidados técnicos, ambientais e sociais na implantação, recuperação e gestão de sistemas de dessalinização de águas salobras e salinas.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.