• Cefir nos municípios
  • Educação Ambiental para a Juventude do Campo
  • .

Notícias

16/05/2017 17:00

Sema promove Caravana Água e Cidadania

A Secretaria do Meio Ambiente realiza durante o ano de 2017, a Caravana Água e Cidadania com objetivo de promover a reflexão com os membros dos Comitês de Bacias Hidrográficas e das Câmaras Técnicas de Educação Ambiental sobre as questões socioambientais locais estimulando os atores sociais em prol da gestão democrática de águas e da qualidade de vida.

A segunda oficina acontece no dia 14 de junho, em Itanhém, com o Comitê de Bacia dos rios Peruípe, Itanhém E Jucuruçu (CBH/PIJ). O encontro acontece no Colégio Polivalente, das 08:30 às 17:00.

Nos encontros, será apresentado o conteúdo do álbum seriado Água e Cidadania, que será trabalhado entre os participantes. A ideia é democratizar as informações do material, e em paralelo, levantar conhecimentos e vivências referentes à atuação dos membros do Comitês na gestão de águas, identificando às problemáticas locais e planejar as possíveis intervenções de enfrentamento.

Para o Secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis, "a Caravana é importante para dar continuidade ao processo formativo dos membros dos Comitês de Bacias, e fortalecer o trabalho com as câmaras técnicas de Educação Ambiental que compõem esses colegiados. A ação faz parte das estratégias de fortalecimento dos comitês apresentados pela Sema ao Fórum Baiano de Comitês de Bacias".

De acordo com a diretora de Educação Ambiental para a Sustentabilidade, Zanna Matos, a expectativa é que esta ação tenha resultados. "O trabalho com a Câmara Técnica de Educação Ambiental tem uma importância fundamental nos processos de Gestão das Águas. Com as oficinas, esperamos que as Câmaras Técnicas possam estabelecer ou construir, minimamente, um plano de ação para suas atividades e que isso possa ser apresentado na Plenária do Comitê de Bacias", finalizou.

Água e Cidadania - O álbum seriado é uma proposta da Secretaria do Meio Ambiente e apresenta questões relativas à água, tanto de caráter global quanto àquelas vivenciadas de forma regional e local, com suas peculiaridades e singularidades, na tentativa de traduzir as suas múltiplas funções nos processos vitais. O material didático possui ilustrações e informações importantes para a contribuição das atividades exercidas por professores, agentes comunitários, lideranças sociais, conselheiros de colegiados socioambientais, ambientalistas, enfim, por todos os educadores ambientais populares da Bahia.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.