• Cefir nos municípios
  • Educação Ambiental para a Juventude do Campo
  • .

Notícias

17/03/2017 15:50

Campanha da Fraternidade 2017: Preservação dos Biomas e Defesa da vida

O secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis, participou na manhã desta sexta-feira (17) da Sessão Especial da Campanha da Fraternidade 2017, com o tema Biomas Brasileiros e Defesa da Vida. Na solenidade, o secretário representou o governador do Estado, Rui Costa. Proposta pela Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia, a sessão contou com a presença do Arcebispo Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, e reforçou a necessidade de preservação dos biomas brasileiros, além de prestar uma homenagem à Igreja Católica por provocar essa reflexão na sociedade.

"Ao abordar a temática ambiental, a Igreja Católica se coloca na vanguarda das discussões que afligem a sociedade moderna. Se no século XX , nossos conflitos estavam pautados pela contradição entre capital e trabalho, no século XXI essa discussão passa pela dicotomia entre um modo e filosofia de vida que não conversam com a prática da preservação dos recursos naturais. E a Igreja Católica vem propor esta transformação social e comunitária, seja ela em desafios sociais, econômicos, culturais e até mesmo religiosos, onde toda a população envolvida é convidada a participar. E não há duvida da capacidade desta importante e milenar instituição religiosa, de seduzir corações e mentes para fazer a defesa do Meio Ambiente", afirmou o secretário Geraldo Reis.

"Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste; (Salmos 8:3). As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares". (Salmos 8:8). Ao fazer referência ao lema da Campanha da Fraternidade: "Cultivar e guardar a criação”, o Arcebispo Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, citou o Salmo 8 da Bíblia, ressaltando a obra prima da criação divina e o nosso dever de cuidar da criação. "Quando há devastação do meio ambiente e escassez dos recursos naturais, os povos mais carentes são os mais afetados. Devemos garantir o direito à água limpa para beber, ao ar puro para respirar, boas condições de saúde, ter acesso a uma vida digna, e que possamos continuar nos relacionando com a criação da qual fazemos parte", Dom Murilo Krieger.


Participaram também da sessão, o Padre Zé Carlos (ASA), o professor Dr Ricardo Dobrovoski, que falou sobre os Biomas Caatinga e Cerrado, os professores Dr. Miguel Aciole e Renato Cunha, que abordaram o Bioma Costeiro e o Bioma Mata Atlântica, os secretários de Justiça e Direitos Humanos, Carlos Martins, e de Promoção da Igualdade Racial, Fábya Reis, além de líderes religiosos da Igreja Católica e o público interessado no tema. A Campanha da Fraternidade é promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil(CNBB)



Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.